Buscar

Da crise ao sucesso: como nasceu o Mercadão dos Medicamentos

Atualizado: Jul 29

Em quatro anos o Mercadão dos Medicamentos se tornou uma das maiores redes de farmácias do Estado, e é reconhecida pelo bom atendimento e preço justo.



São duas vidas unidas pelo destino escrevendo uma história de sucesso. Mesmo distintas, elas têm muito em comum. Protagonistas movidos pelo trabalho árduo, ousadia e fé.

Acreditar em algo que não se vê é para poucos. E foi essa fé inabalável, com doses de muito trabalho, que fez Fabrício e Valdenes realizarem tudo o que existia apenas no plano dos sonhos.

O forte abraço, cheio de emoção e esperança, no dia 15 de julho de 2016, mudou a vida de Fabrício Cunha e Valdenes de Oliveira. A sociedade selada naquele dia deu início a um grande projeto, hoje conhecido como Mercadão dos Medicamentos.


“Muitos não entendem, mas eu sei que tudo o que nós construímos e ainda vamos construir é fruto da nossa fé e trabalho”. Palavras ditas em meio à muita emoção. Um misto de sentimento que Fabrício e Valdenes compartilham por estarem estabelecendo um legado de sucesso.

O MERCADÃO DOS MEDICAMENTOS


O projeto é audacioso. A Rede Mercadão dos Medicamentos foi pensada e construída para os consumidores de hoje, e dos próximos 20 anos. Porque não basta fazer para o presente, é preciso estar preparado para as gerações futuras.


A primeira unidade, inaugurada em 08 de agosto de 2016, em pouco tempo ganhou fama com bom atendimento e preço justo. A marca, bem aceita pelo público, consolidou-se em Macapá.


O sucesso cresceu junto com o número de lojas. A cada nova unidade, mais investimentos e modernidade para atrair o consumidor e bem receber.



Fabrício Cunha é quem atua na administração e distribuição farmacêutica, e Valdenes de Oliveira comanda as vendas. Uma atividade complementando a outra e dando bons frutos.


Atualmente o Mercadão dos Medicamentos é uma das maiores redes de farmácias do Amapá. São oito lojas físicas e uma central de vendas online e tele vendas. Possui um dos maiores portfólios de medicamentos propagados, com a seção de perfumaria e beleza mais completa do Estado.


Diante de todo o sucesso, você pode estar se perguntando: “Quem são Fabrício e Valdenes?”, “Como construíram algo tão grande?”.

Agora você vai entender de onde vem tanta garra e determinação para vencer.


DAS TERRAS SECAS DO SERTÃO PARA O AMAPÁ


Essa parte da história começa em meados da década de 1970. No sertão do Ceará, os pais de Valdenes lutavam para sobreviver e criar os filhos.


A família tinha um pequeno mercantil, onde Valdenes construiu suas principais memórias de infância, vendo os pais trabalharem dia e noite.


Os anos se passaram e, em 1980, a família mudou-se para o Estado do Pará. Cinco anos depois surgiu a oportunidade de vir para Macapá. Aqui, decidiram explorar outros caminhos com um novo empreendimento.


Após Valdenes fazer um estágio de 29 dias numa farmácia, os pais resolveram investir no ramo. Assim começou a rede de farmácias Fortaleza. O trabalho para fidelizar os clientes foi grande e feito com muito amor e dedicação. Rápido o número de unidades aumentou, e o tio, José Nauro da Silva, entrou como sócio do negócio.


A rede cresceu muito, e até 2008, 22 farmácias Fortaleza foram abertas em Macapá e Santana. Porém, com a chegada de outros grupos regionais e nacionais de farmácias, o mercado ficou menor.

Uma forte crise financeira abalou as unidades administradas por Valdenes e os pais. Enquanto as lojas do tio Nauro seguiam firmes e adimplentes com as distribuidoras de medicamentos, as demais acabaram ficando muito endividadas.


Neste momento foi preciso mudar. “Diante das crises nós precisamos encontrar novos caminhos. Foi então que surgiu o Fabrício, que já trabalhava com a distribuição de medicamentos, e que nos ajudou muito a manter o estoque das farmácias da rede”, lembra Valdenes.


“Nós já tínhamos uma relação comercial, e de muita amizade, construída ao longo dos anos. E foi durante a crise que surgiu a oportunidade de unir a expertise do atacado e do varejo”, celebra.


FARMÁCIA: O LEGADO DA FAMÍLIA

Aqui a história começa em 1950. O tio-avô de Fabrício era dono de uma rede de farmácias em Belém, e as gerações seguintes aprenderam o ofício. Foi em Santarém que o pai de Fabrício construiu sua primeira farmácia.


“Quando meus pais se separaram, eu tinha de 12 para 13 anos. Nessa época, a distribuidora, que meu pai havia montado em Castanhal, acabou quebrando. Os anos se passaram, e eu tive que começar a trabalhar para não depender mais dos meus pais”, afirma Fabrício.


FABRÍCIO, O VENDEDOR DE ÓLEOS


Aos 16 anos surgiu a grande ideia para arrumar um dinheirinho: comprar produtos no ver-o-peso, em Belém, como óleo de copaíba e andiroba, pra vender no interior do Pará. Os primeiros passos no caminho da independência financeira.


“Um ano depois, aos 17, vim para Macapá montar meu negócio. Continuei comprando os produtos de Belém e vendia para as farmácias daqui. Minha loja era a garagem da minha tia. Lembro que essa foi uma fase difícil, tinha que me sustentar, pagar os meus estudos e da minha irmã, que sempre me ajudou e é hoje um braço direito dentro da empresa”.

Por causa das vendas acabou ganhando o apelido de “Fabrício da Macumbinha”. Assim ficou ainda mais conhecido.


Durante todo o processo a família foi essencial. Pai e tio sempre dando suporte com conhecimento em vendas, e a mãe com seu amor incondicional.

Na hora do batente era o amigo, Reinaldo Desidério Picanço, quem estava ali dividindo o trabalho. Juntos saiam distribuindo os óleos para as farmácias.


As vendas porta a porta abriram espaço para sonhos maiores. Ele já estava cursando Administração quando decidiu tornar o negócio mais profissional.


“Foi através de amizades que o meu tio Antônio tinha conquistado, que eu consegui chegar aos representantes de indústrias farmacêuticas. Aos poucos também fui conquistando confiança, e comecei a vender óleos industrializados”, conta Fabrício. E assim nasceu a Distribuidora Brasil Medicamentos.


Mas para crescer é necessário poupar. E foi o que Fabrício fez. Juntou dinheiro para conseguir realizar seu maior sonho: vender “remédio de caixa”.


“Eu comecei a perceber que meu único capital de giro era a consideração que os representantes tinham pela minha família, que sempre teve farmácias. E eu precisava de mais uma coisa: relacionamento com os bancos”.

 


Com muita determinação e trabalho as portas foram se abrindo. As dificuldades existiram, mas não impediram que o sonho fosse realizado.


Fabrício ficou conhecido entre os fornecedores e donos de farmácias, sempre mostrando sua competência em manter boas relações e credibilidade no mercado.


Em setembro de 2020, a Distribuidora Brasil Medicamentos completa 18 anos de existência.


A AMIZADE E OS NEGÓCIOS


O ano era 2012. O mercado amapaense já sofria fortemente o impacto da crise econômica, que afetava todo o país.


“Os principais compradores da distribuidora eram as farmácias Fortaleza. Logo, enxerguei que a crise enfrentada pelas unidades poderia refletir no meu negócio”, conta Fabrício.


Neste momento Valdenes iniciou uma conversa com Fabrício, que a essa altura já era seu amigo, sobre uma possível parceria. A decisão não foi fácil. Era preciso analisar diversos fatores.



Depois de avaliar as possibilidades, Fabrício decidiu ajudar seu amigo. Amizade, respeito e a confiança, foram determinantes para que a sociedade fosse firmada.


Quatro anos depois, a Rede Mercadão dos Medicamentos já ganhou oito lojas. E a família vai continuar crescendo...


MERCADÃO DA JK: A FARMÁCIA MAIS COMPLETA DA CIDADE


O Mercadão da JK é nova realidade. Uma loja completa, que não oferece apenas um estoque vasto de medicamentos, mas conforto e comodidade na hora da compra. Tudo o que uma farmácia precisa oferecer.


A loja foi projetada com muito carinho e representa o amadurecimento do negócio que prospera a passos largos. “O Mercadão JK é o nosso ideal de farmácia. Completo, confortável e moderno. É o nosso presente para Macapá”, afirmam os sócios.


A receita para todo esse sucesso? Junte determinação, trabalho e muita fé. Afinal, nada é impossível para quem acredita!



0 visualização
© 2020 POR YOU COMUNICAÇÃO